Sangatsu no Lion: Uma obra única e cheia de nuances.


Sangatsu no Lion, ou, March comes in like a lion foi um anime que me proporcionou uma experiência única que eu não tinha a tempos, e é com certeza uma das melhores coisas que tive o prazer de assistir.

O anime produzido pelo estúdio Shaft e dirigido por Okada Kenjirou com supervisão de Akiyuki Shinbou é uma bela história de aceitação, amadurecimento e aprendizado, que trata sobre tudo isso de maneira única.

Shogi não é o mais importante aqui, você não precisa saber tudo do jogo para entender o que acontece nele, o trabalho de direção e introspectiva nos personagens utilizados é o brilho dos jogos e o que fazem eles serem bons, é possível sentir a tensão dos jogadores e se importar com o quê está acontecendo.

O shogi também é usado como recurso de roteiro, já que a vida do protagonista gira em torno disso, as relações que ele criou em grande parte foram graças a isso.

E falando nele, Kiriyama Rei é um personagem muito bem construído e desenvolvido ao longo do anime, a primeira temporada inteira é a aceitação e aprendizado dele, ele se aceitando como pessoa e aceitando o shogi para si, é uma jornada complicada mas incrível de se acompanhar.

3-gatsu no lion (17)

E digo que ele é bem construído pelos diversos lados que vemos dele, uma pessoa complicada consigo mesmo, no começo não entendemos a relação dele com o shogi, se é algo que ele abomina ou ama, pode se dizer que é os dois, afinal o sofrimento dele vem em grande parte do shogi e o que isso trouxe para ele no passado, mas ao mesmo tempo o que ele ganhou com o shogi foi importante.

Mas o anime não foca apenas no Kiriyama, e sim em várias pessoas conectadas pelo shogi, cada um tem uma motivação e um propósito pelo qual joga.

3-gatsu no lion (16)
Shimada foi um dos meus personagens favoritos com certeza

E quando terminei a primeira temporada, não pensava que a segunda poderia ser melhor ainda, esperava algo do mesmo nível, mas foi surpreendido.

A segunda temporada pega tudo que o anime tem de bom na primeira e eleva ainda mais a qualidade de tudo, a produção é melhor ainda e o foco na Hina ficou ótimo. A forma que é abordado a problemática do bullying ficou bem natural e não foi resolvido de forma exagerada, mas sim de maneira realista. Essa parte da história foca em principalmente, amadurecimento, tanto da Hina quanto do Rei, que se dá conta das relações que criou ao longo do tempo e o quão importantes são para ele.

original

O conceito de família e amizade é muito bem trabalhado ao longo dos 44 episódios do anime, a relação que vemos do Rei com as irmãs e o ar feliz e emocionante que essas cenas trazem são gratificantes. E é por esse contraste existente que faz de Sangatsu um ótimo drama.

As cenas tristes e dramáticas do Rei e seus problemas te deixam tenso, aflito, triste, mas as cenas felizes e descontraídas junto das irmãs são confortantes mas também bastante emocionantes, pois é onde o Rei se sente feliz e confortável, ele esquece temporariamente dos seus problemas.

tumblr_ovrmwf6HIA1thzx08o3_1280.gif

 

O final do anime é com certeza ótimo, mesmo não sendo um final totalmente fechado, é um ótimo fim para a jornada de Rei, é nítido o que ele aprendeu e ganhou durante o anime, e os outros personagens também tem uma ótima evolução.

Eu com certeza recomendo pra qualquer um esse anime, afinal é uma obra de arte.

3-gatsu no Lion (4).gif

 

Anúncios

Um comentário em “Sangatsu no Lion: Uma obra única e cheia de nuances.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.