Tsurune #10|Impressões Semanais

Como era de se imaginar, o ressentimento do Masa era devido a cometer um erro que copiou de seu avô. Acredito que Masa foi mais gentil e sincero ao questionar Seiya, ainda assim, essas palavras pesam mais quando se está numa situação como a dele. Sinceramente, eu senti dificuldade em entender esse peso, mas creio que não é legal ter seu amor por alguma coisa ser duvidada.

Apesar de ser algo que o Masa não gostasse, mesmo assim ele cometeu esse erro. Infelizmente, de vez em quando cometemos erros que nós mesmos condenamos, faz parte da vida! A intenção dele era boa, porém abaixou a guarda e deixou sair o que não devia. Não é porque ele é adulto que sempre estará com tudo sob controle, diferente do que se imagina os mais novos. Mas o importante é que ele se atentou a isso e agora vai melhorar!

Outras coisas foram confirmadas. Primeiro, Minato perdeu interesse no Kyudô após a perda de sua mãe, ela estava profundamente ligada ao seu interesse no esporte então é natural que isso ocorra. E segundo, com isso o Seiya assumiu a responsabilidade de traze-lo de volta.

screenshot_20190103-233306_crunchyroll
Praticar kyudô já não é a mesma coisa!

Shu reapareceu e trouxe pontos interessantes em questão. “Isso é bom nem para ele e nem para você”. De fato, viver para outra pessoa e esquecer totalmente de si não é saudável e o outro ficará muito dependente de você. É bom pensar no próximo, mas precisa de equilíbrio e não deve se concentrar em uma única pessoa.

Algo que despertou a curiosidade de alguns é que o Shu pareceu meio contraditório! Ao mesmo tempo que fala que se deve praticar arquearia por si mesmo, ele pediu que o Minato tomasse a responsabilidade e compete em time. Ao meu ver, ele é mais meio termo. Lembram do que eu disse quando falei da comparação com o montanhismo? “Cada um tem seus motivos para fazer isso, escolhem um caminho e como segui-lo. Apesar de irem juntos e poderem se ajudarem, cada um é responsável por si mesmo.” É essa basicamente a visão que acredito que o Shu tenha. Tudo bem dá suporte aos outros, mas não pratique exclusivamente só por alguém e sim por si. Shu quer o Minato do seu lado, entretanto não praticará ou deixará de praticar kyudô por ele. Ainda bem que Seiya já começou a enxergar dessa forma.

Chegando ao trunfo do episódio, uma salva de palmas ao Kuma por salvar o dia, apesar de quase matar o Seiya. O sermão do Minato começa a abrir os olhos do Seiya para uma esta nova perspectiva. Mesmo que em parte, ele ainda continue no kyudô pelo Minato, se enxergar mais como parceiro ao invés de “escada” o ajudará a encontrar seu próprio caminho.

5e1cf6cd-b9ae-4c00-b8e2-dfd84a11cc2d
Ah que fofo!

O episódio termina com o Seiya declarando de novo o seu ódio contra o Masa, mas dessa vez de forma mais descontraída. Além dos pontos que eu citei no texto passado, esse ódio, que nem é exatamente ódio, é mais um misto de ciúmes e rivalidade, porém com muito respeito no fundo. Bem, não dá para mudar os sentimentos de hora para outra, agora é deixar o tempo lidar com isso.

4439f87e-4fcc-41bc-9340-ad52d678abbe
Eba! Seiya feliz de novo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.