ToAru Majutsu no Index III – 10 | Impressões Semanais


Novo arco, mudando bastante o foco que estava sendo proposto antes.

Agora a história muda o foco para a Inglaterra, aonde veremos alguns conflitos que começarão a acontecer nesse arco, que vão dar consequências a coisas maiores.

A destruição do Eurotúnel que liga os países de Inglaterra e França é o que dá início a tudo, Kanzaki e Knight Leader (vou abreviar como KL, como o nome diz, ele é o líder dos cavaleiros de Inglaterra), conversam no começo sobre isso, a situação era meio complicada devido a que uma parte da população queria atacar França, pensando que a destruição do túnel foi causado por eles, mas inimigos internos também existiam.

O que a destruição do Eurotúnel causou afinal? Não é muito difícil de entender que, com a destruição dessa via de transporte, o comércio e outros elementos entre os dois países se tornava mais difícil, o que prejudicava a ambos. Imagino que tudo isso tenha influência do Fiamma, afinal o alvo dele era a Inglaterra.

Touma estava na C.A se recuperando ainda do incidente envolvendo Acqua, mas acaba se encontrando com Mikoto, que estava sentindo várias coisas e pensando sobre o que disse para Touma no outro dia. A cena é bonitinha, ele acaba fazendo um pequeno pedido, mas a forma que ele o fez acabou mexendo com as emoções dela, que reagiu de uma maneira engraçada e fofa.

Chegando em seu apartamento, Touma encontra Index dormindo, a coisa mais importante é ver as notícias que estão passando na TV, que diziam sobre os efeitos da explosão do Eurotúnel que passou a afetar as linhas aéreas.

O arco começa mesmo quando Touma e Index recebem uma chamada de Tsuchi para irem até a Inglaterra, e isso só acontece por causa de um gás sonífero jogado no apartamento. Quando vemos, os dois já estão em um avião a caminho de Inglaterra.

O motivo dos dois serem obrigados a ir até Inglaterra? Ao parecer algum problema envolvendo magia havia acontecido, e por isso requisitaram a presença oficial da Index, que era a que portava os 103.000 grimórios e tinha um enorme conhecimento mágico. Isso até aqui já era bastante suspeito, o único incidente que sabíamos que aconteceu foi a explosão do Eurotúnel, possivelmente essa explosão poderia ter sido feito por magia?

Já perceberam que a Index em roupas normais fica muito mais bonita?

Com a explosão do Eurotúnel, as vias terrestres estavam em situações não tão boas, então o que sobrava eram as vias aéreas, por isso o avião em que os dois estavam ajudava no transporte de materiais entre França e Reino Unido, uma relação de comércio e cooperação normal, que havia sido afetado.

Até aqui parecia tudo bem, algumas coisas suspeitas mas nada demais, parecia que não aconteceria muita coisa, mas me enganei.

Quem iria pensar que veríamos a trama de terroristas em um avião em Index? Pois foi isso o que aconteceu, Touma descobre, após ver um rastro de sangue no avião, que existia um terrorista ali dentro. Um dos pilotos, junto com uma das comissárias explicam um pouco da situação para ele, mas de qualquer forma não ajudou de muito já que logo depois eles deixaram ele preso dentro de um quarto.

 

Touma queria ajudar, mas qualquer erro poderia custar a vida de todos que estavam dentro do avião. O objetivo do terrorista era eliminar as linhas aéreas de Inglaterra.

Com Touma preso em uma sala do avião, Index se preocupa e vai procurar por ele, ela sai de seu assento. A oportunidade perfeita do terrorista, ao lado dos lugares de Touma e Index havia uma pequena abertura por onde passavam diversos fios do sistema do avião, ele precisava de alguma coisa ali. Infelizmente Index volta e encontra o terrorista, que faz o óbvio e toma ela como refém.

Ele leva a garota até um outro lugar do avião, tortura ela um pouco, mas Touma estava na sala do lado e ouvia os gritos de Index, ele consegue sair e espanta o terrorista, que foge e se esconde. A mesma discussão acontece com um dos pilotos, mas dessa vez nosso protagonista ignora qualquer aviso dele e vai em busca da pessoa que estava causando tanta confusão, mas obviamente procurar uma pessoa em um avião enorme era bem difícil.

Touma ativa o alarme do avião para tentar chamar a atenção do terrorista, o que não ajudou de nada, não entendi muito bem essa ação dele, ela foi totalmente apagada pelo avião começar a diminuir a altitude, mas não pelo alarme, e sim porque o combustível estava esvaziando rápido demais. Porque isso estava acontecendo? Lola Stuart, a líder da Igreja Anglicana começou a interferir no avião, com a ajuda de outros magos, um feitiço de ilusão para fazer parecer que o combustível estava esvaziando foi utilizado, seu plano era não deixar que o avião pousasse no aeroporto, e sim em uma rodovia qualquer.

A pessoa que mais se irritou com isso foi o terrorista, essa ação da Igreja era para impedir que o plano dele funcionasse, por isso ele ameaça os pilotos para que eles aumentem a altitude do avião, e como se já não bastasse a interferência da Igreja Anglicana, o feitiço de ilusão foi anulado por uma terceira pessoa, fazendo com que a altitude do avião voltasse ao normal.

Touma encontra o terrorista e facilmente desfere um soco nele deixando-o inconsciente.

Parecia ter sido fácil demais, uma resolução bem mixuruca, mas pensando mais a fundo Touma percebe que existiria um outro terrorista a bordo, que teria entrado junto com os materiais que estariam sendo transportados até Inglaterra.

Um plano é feito para atacar o outro terrorista, por ele estar junto com os materiais e outros produtos, havia apenas uma entrada que levava aonde ele estava. O plano foi bem.. forçado, Touma usou chá quente para imobilizar e tirar a arma que o homem usava.

Mas ele ainda tinha uma granada para explodir o avião se as coisas dessem errado. Com a explosão do Eurotúnel, ambos os países foram prejudicados, era esperado que nessa situação algum dos dois lados tomassem medidas drásticas para tentar se saírem na frente, e era isso que os terroristas queriam, França sofreu uma perda econômica e eles queriam que Inglaterra tivesse uma perda ainda maior, a forma que eles encontraram era cortar as linhas aéreas daquele país.

Era uma briga entre dois países, uma competição idiota entre os dois lados, no fim quem salva o dia é o Stiyl, que aparece apenas para usar sua magia de fogo de longe e deixar o terrorista imóvel.

O avião, Skybus 365, consegue pousar sem nenhum dano grave no aeroporto de Edimburgo, Reino Unido, os terroristas haviam sido derrotados e não parecia que houvesse outra ameaça, mas havia.

No final do episódio vemos um grupo de 4 garotas em um caminhão, conversando sobre o pouso do avião e a falha do ataque terrorista, seu objetivo foi deixado bem claro, atacar Inglaterra, era a New Light.

 

Não me parece que as 4 façam parte da Igreja Católica Romana, e sim sejam parte da própria Inglaterra, mas não necessariamente são da Igreja Anglicana, lembram a conversa do começo do episódio entre o Knight Leader e a Kanzaki? Existiam inimigos internos na Inglaterra, imagino que elas sejam esse tipo de inimigos, e que elas foram as pessoas que anularam o feitiço de ilusão da Igreja Anglicana.

Sobre o episódio, achei ele mediano, a trama do Skybus foi inesperada mas não gostei tanto assim, o interessante é ver o que vem causando a explosão do Eurotúnel e o que tudo isso pode causar.

Esse arco vai se tratar completamente sobre a Inglaterra e seus problemas internos e externos, vai ser maior que os arcos anteriores também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.